Guia da Gravidez
Testes complementares: a confirmação da gravidez
PUBLICIDADE

Na primeira visita, o médico solicita análises de urina e de sangue para efectuar a comprovação da gravidez, baseada na detecção da hormona gonadotropina coriónica, de resultados mais fiáveis do que aqueles que proporcionam os testes caseiros de auto-diagnóstico. Para além disto, estas análises servem também para avaliar o estado geral de saúde da mulher e proporcionam dados sobre alguns parâmetros que posteriormente se vão controlando durante toda a gestação. A confirmação definitiva da gravidez costuma obter-se a partir de uma ecografia, técnica inócua que permite delimitar as paredes do útero, a cavidade do mesmo e qualquer estrutura presente no seu interior. Após as quatro ou cinco semanas posteriores à última menstruação, podem apreciar-se mediante a ecografia imagens correspondentes ao ovo implantado no útero e, alguns dias depois, é possível determinar a presença de estruturas da gestação e a do próprio embrião, sinal inequívoco de que existe uma gravidez em curso.

Ainda sem comentários!

Deixe um comentário

O seu email não será publicado.
Campos obrigatório estão identificados *
~ Testes complementares: a confirmação da gravidez ~