Guia da Gravidez
PUBLICIDADE

O fumo do tabaco contem múltiplas substâncias tóxicas como a nicotina e o monóxido de carbono. A nicotina provoca uma contracção dos vasos sanguíneos e reduz a irrigação dos tecidos, enquanto o monóxido de carbono se combina com a hemoglobina dos glóbulos vermelhos e diminui a capacidade de transporte de oxigénio. Os efeitos combinados de ambas as substâncias deterioram a função da placenta e diminuem o fornecimento de sangue oxigenado e nutrientes ao feto. Os filhos de mães fumadoras sofrem um atraso no crescimento e pesam ao nascer uns 200 gramas menos do que os filhos de mães não fumadoras. Por outro lado, o tabagismo aumenta o risco de sofrer um aborto espontâneo, parto prematuro e complicações que podem pôr em perigo a vida do bebé.

Se a grávida fumar o desenvolvimento do feto é afectado.

Comparação do peso no momento do nascimento entre filhos de mães fumadoras e não fumadoras.

Ainda sem comentários!

Deixe um comentário

O seu email não será publicado.
Campos obrigatório estão identificados *
~ Tabagismo ~