Guia da Gravidez
Sétimo mês de gestação
PUBLICIDADE

Sétimo mês

O crescimento do feto continua durante o sétimo mês, mas o seu ritmo torna-se mais lento em comparação com os meses anteriores. O que se acelera é o amadurecimento das estruturas corporais previamente formadas, sobretudo o sistema nervoso, cada vez mais aperfeiçoado. O feto move as mãos com maior suavidade e precisão, abre e fecha os olhos, reage aos sons e até à luz, pois os olhos captam a claridade através da parede abdominal materna. Os movimentos não são muito amplos, dado que ocupa toda a cavidade uterina e não há muito espaço disponível. Por vezes, gira e fica de cabeça para baixo, como se preparasse para nascer. Na realidade, a maior parte dos órgãos internos, entre os quais os rins e o fígado, amadureceram e de tal forma que poderiam desempenhar as respectivas funções se o feto nascesse prematuramente. O mesmo não acontece com os pulmões, que provavelmente rebentariam com as primeiras respirações. Para além disso, a pele é ainda demasiado fina, não constituiria uma camada protectora eficiente, e o sistema regulador da temperatura corporal não funciona a cem por cento.

_ No último trimestre de gravidez, o crescimento progressivo do feto traduz-se num evidente aumento de volume do abdómen materno.

_ No último trimestre observa-se claramente as estruturas fetais. Na ecografia vê-se a postura que o feto adopta nesta fase, encolhido dentro do útero, porque tem pouco espaço disponível para se movimentar com liberdade.

No fim do sétimo mês

Se o feto nascesse no sétimo mês, ao fim do qual alcança cerca de 40 centímetros de comprimento e um peso de cerca de 1,5 quilogramas, o mais certo seria ter muitas possibilidades de sobreviver.

Ainda sem comentários!

Deixe um comentário

O seu email não será publicado.
Campos obrigatório estão identificados *
~ Sétimo mês de gestação ~