Guia da Gravidez
PUBLICIDADE

O controlo clínico de rotina da gravidez, o aperfeiçoamento dos métodos de diagnóstico e os avanços das técnicas terapêuticas têm permitido reduzir drasticamente a gravidade do descolamento prematuro da placenta, mas, ainda assim, esta complicação da gestação é a responsável pela morte de um por cento das mulheres afectadas e implica um índice de mortalidade fetal que atinge os 50 por cento.

1 Comentários

Edilene carvalho de oliveira

2015-05-31 14:27:04 Responder

Eu tive descolamento de placenta e não sabia que era tão grave assim ,então lendo este artigo agora vi o quanto eu estive a beira da morte eu e meu filho.No hospital regional em porto velho fizeram eu ter meu filho normal mesmo sem condições de ter, havia um mês que eu estava sangrando me deram Dactil para segurar o bebe mais não resolveu. Hoje vejo que foi milagre divino que estamos vivos.

Deixe um comentário

O seu email não será publicado.
Campos obrigatório estão identificados *
~ Prognóstico ~