Guia da Gravidez
Por que se receia o parto
PUBLICIDADE

É verdade que qualquer parlo comporta o risco de se sofrer complicações e é natural que desperte receios. Mas, actualmente, um acompanhamento clínico da gravidez e o controlo médico do parto garantem que, na eventualidade de um problema, se possa actuar com a máxima eficácia para o resolver: assim, se o parto se realiza em condições adequadas, os riscos são mínimos. No entanto, não é este o motivo que justifica o típico receio do parto. A causa deverá ser procurada noutro factor: tem-se medo de sofrer, ter as famosas “dores
de parto”. Efectivamente, tem-se a dor porque se sabe que o parto provoca dor, sobretudo quando há medo.

A ansiedade gerada pelo receio do parto provoca um estado de tensão nas fibras musculares do útero e faz com que no cérebro as contracções sejam interpretadas como estímulos dolorosos. Desta forma, cria-se um autêntico ciclo vicioso.

O parto foi caracterizado na arte como sinónimo de sofrimento, criando um condicionamento que, sem dúvida, se traduz em dor na hora do parto.

Ainda sem comentários!

Deixe um comentário

O seu email não será publicado.
Campos obrigatório estão identificados *
~ Por que se receia o parto ~