Guia da Gravidez
PUBLICIDADE

Se a mulher trabalhar fora de casa, sempre e quando a sua gravidez evolua sem problemas, não há motivos para que renuncie à actividade laboral. Mas existem algumas ocupações desaconselhadas e absolutamente contra indicadas, de modo que a situação deve avaliar-se em cada caso específico. Em concreto, desaconselha-se as actividades laborais que impliquem um grande esforço físico ou nas quais se suportem vibrações de máquinas; as que se desenvolvam em ambientes mal ventilados ou em condições de temperatura e humidade inadequadas (ambientes demasiado frios ou húmidos} e, principalmente, as que impliquem uma exposição a radiações ou tóxicos potencialmente perigosos para o feto. Existem numerosos produtos industriais que, caso não sejam adoptadas as devidas precauções e podem tornar-se prejudiciais durante a gravidez. Se ao analisar todos os factores citados, a mulher considera que o trabalho que desempenha é inadequado, deve solicitar à empresa uma mudança de secção para ter a certeza de que não se expõe a nenhum risco ou, caso não seja possível, uma baixa temporária.

Ainda sem comentários!

Deixe um comentário

O seu email não será publicado.
Campos obrigatório estão identificados *
~ O trabalho ~