Guia da Gravidez
Mecanismos de acção
PUBLICIDADE

Mecanismos de acção

Todos estes produtos contêm uma base inerte que confere a cada tipo a sua textura e serve para dificultar ou até impedir o acesso dos espermatozóides ao canal cervical. Assim, a sua utilização proporciona um efeito de barreira mecânica, ainda que não muito eficaz, razão pela qual se adiciona substancias químicas, capazes de destruir ou desactivar os espermatozóides, chamadas genericamente de espermicidas.A maior parte das substâncias espermicidas são agentes surfactantes que, ao entrar em contacto com os espermatozóides, alteram a membrana celular e provocam o seu rompimento. Alguns produtos, pelo contrário, contêm substâncias químicas que não são propriamente espermicidas, mas sim inibidores enzimáticos capazes de alterar a mobilidade dos espermatozóides e imobilizá-los, de forma a impedir a sua subida até ao útero. O conteúdo dos agentes espermicidas varia segundo o produto, mas é sempre suficiente para conseguir o efeito pretendido.

Todos os produtos espermicidas devem ser colocados na parte mais profunda da vagina, de forma a que cubram o colo uterino. As tabletes e os supositórios podem ser introduzidos na vagina com os dedos, mas a aplicação de cremes e espumas requer a ajuda de um dispositivo que vem na embalagem. Convém ler atentamente as instruções do folheto e seguir passo a passo as indicações do fabricante, porque disso vai depender a eficácia deste método.

Ainda sem comentários!

Deixe um comentário

O seu email não será publicado.
Campos obrigatório estão identificados *
~ Mecanismos de acção ~