Guia da Gravidez

Incompatibilidade RH maternofetal


A incompatibilidade Rh materno-fetal coloca-se
quando uma mulher cujo sangue é factor Rh
negativo tem um filho Rh positivo: se não se
adoptar as devidas precauções, o organismo da mãe
pode ficar sensibilizado e produzir anticorpos
contra o factor Rh, que, se no futuro gerar outro
filho Rh positivo, atacarão os glóbulos vermelhos
fetais e provocarão uma situação perigosa ou
inclusive fatal para o feto. Felizmente, hoje em dia, são adoptadas de forma rotineira as medidas adequadas para prevenir esta situação e, no caso de se apresentar, há recursos terapêuticos eficazes na maioria dos casos.

À possibilidade de uma incompatibilidade Rh materno-fetal coloca-se logo no início da gravidez. São então realizadas análises de sangue para verificar se há uma predisposição da mulher, o que também pode ser consequência de uma ...

Quando os anticorpos anti-Rh presentes no organismo da mulher previamente sensibilizada chegam até ao organismo de um feto Rh+, atacam os glóbulos vermelhos fetais e destroem-nos, em menor ou maior proporção segundo o caso. Há casos em que ...

A prevenção da incompatibilidade Rh materno-fetal baseia-se na administração em todas as mulheres Rh- que têm um filho Rh+ de uma injecção de imunoglobulinas anti-Rh nas 72 horas seguintes ao nascimento deste. Deste modo, é possível ...

Se o filho gerado pela mulher Rh- for do tipo Rh+, no momento do parto devido a pequenos rasgos da placenta, alguns glóbulos vermelhos do feto podem passar para o organismo materno e originar uma sensibilização imunitária; o sistema ...

Oitenta e cinco por cento das pessoas apresentam na superfície dos glóbulos vermelhos do sangue umas partículas, em especial o denominado antigénio D, que constituem o chamado factor Rhesus ou Rh, pelo qual se diz que são Rh positivo (RH+), ...

~ Incompatibilidade RH maternofetal ~