Guia da Gravidez
PUBLICIDADE

Ainda que o mais habitual seja que no ventre materno se desenvolva um só feto, as gravidezes múltiplas têm uma frequência considerável: acontecem naturalmente numa de cada 80 gestações. Na sua grande maioria trata-se de gravidezes duplas, uma vez que a gestação simultânea de três ou mais fetos é um fenómeno muito menos comum: as gravidezes de trigémeos acontecem
numa de cada 8.000 gravidezes; as de quadrigémeos, unicamente numa de cada 750.000; e as de quíntuplos numa de cada 65 milhões. Também acontecem gravidezes de seis e sete fetos, mas estas são verdadeiramente excepcionais. Convém salientar que nalgumas famílias se observa certa predisposição ao nascimento de gémeos, embora apenas em relação a gémeos fraternos, derivados da união de dois óvulos com outros tantos espermatozóides: trata-se mais concretamente de uma
predisposição, herdada por linha materna, a ter ovulações duplas. Por outro lado, convém ter em conta o facto de que, como consequência da utilização de técnicas de reprodução assistida, as gravidezes múltiplas são cada vez mais frequentes.

Ainda sem comentários!

Deixe um comentário

O seu email não será publicado.
Campos obrigatório estão identificados *
~ Frequência ~