Guia da Gravidez
PUBLICIDADE

O teste fundamental para o estudo da esterilidade no homem é o espermograrna, uma análise completa em laboratório de uma amostra de esperma obtida mediante masturbação. Este teste permite, por um lado, avaliar a função dos órgãos encarregues de produzir os diversos componentes do sémen e conduzi-los ao exterior, enquanto que, por outro lado, oferece uma
informação precisa relativamente à quantidade de espermatozóides contidos no sémen, a sua forma e grau de mobilidade.
Se os resultados forem normais, em princípio descarta-se a existência de um factor causal masculino, enquanto que, se se detecta alguma anomalia na quantidade ou na qualidade dos espermatozóides ou do líquido seminal, pode ser necessário
continuar a investigação com testes destinados a elucidar o motivo e a determinar se este é susceptível de uma oportuna correcção. Os procedimentos empregues com esta finalidade são diversos e devem ser seleccionados de acordo com os dados
oferecidos pelo espermograma, mas é importante destacar que hoje em dia há diversas técnicas, entre as quais se
destaca a biopsia Lesticular, na qual se analisa amostras do tecido testicular, que permitem esclarecer a situação na maior parte dos casos.

O espermograma, ou análise de uma amostra de sémen fresco obtida mediante masturbação, permite determinar a concentração e qualidade dos espermatozóides contidos na ejaculação e constitui um passo fundamental no estudo da esterilidade.

Ainda sem comentários!

Deixe um comentário

O seu email não será publicado.
Campos obrigatório estão identificados *
~ Estudos no homem ~