Guia da Gravidez

Espermicidas


Os espermicidas são substâncias químicas que, colocadas
na vagina, destroem ou desactivam os espermatozóides contidos no sémen resultante da ejaculação. São comercializados sob formas muito diversas como cremes, gel, aerossóis, películas solúveis, supositórios solventes ou tabletes e óvulos vaginais espumosos. Cada produto tem um método de aplicação e normas de utilização específicas e a sua eficácia contraceptiva é média quando utilizados de forma isolada e muito mais elevada quando se aplicam como complemento do preservativo ou do diafragma.

Esponja espermicida Este dispositivo consiste numa almofada descartável de poliuretano embebida com um produto espermicida. Tem uma forma circular, apresenta uma depressão no centro e tem uma pequena asa para facilitar a sua retirada. Para ...

Os espermicidas são fáceis de utilizar e podem adquirir-se sem precisar de receita médica. Mas a sua eficácia depende em grande medida da correcta utilização, já que todos os espermicidas devem ser colocados na vagina antes de cada coito ...

Mecanismos de acção Todos estes produtos contêm uma base inerte que confere a cada tipo a sua textura e serve para dificultar ou até impedir o acesso dos espermatozóides ao canal cervical. Assim, a sua utilização proporciona um efeito de ...

Precauções • Quando recorre ao uso de um espermicida, aconselha-se a evitar durante a relação sexual posições que favoreçam a sua saída da vagina, por exemplo, a mulher em cima ou em posição vertical. • Depois do coito a mulher ...

~ Espermicidas ~