Guia da Gravidez
PUBLICIDADE

Seguir uma dieta vegetariana não é incompatível com a gravidez, mas exige adoptar um conjunto de precauções para evitar carências de alguns nutrientes fundamentais que só se encontram em quantidades importantes ou exclusivamente em produtos de origem animal- Se a dieta vegetariana inclui o consumo de produtos lácteos e ovos, a alimentação pode ser suficiente; no entanto, a situação muda se não houver consumo de produtos de origem animal. Os cereais, os legumes, as hortaliças e as verduras, os frutos secos e as frutas podem cobrir as necessidades da maior parte dos nutrientes básicos, mas não de todos.

Com uma dieta vegetariana estrita é difícil conseguir uma ingestão suficiente de aminoácidos essenciais, existentes sobretudo em alimentos do origem animal, embora existam alguns recursos para contornar o inconveniente, como a mistura de legumes e cereais, por exemplo, consumindo na mesma refeição ervilhas e milho ou arroz e lentilhas. Mais difícil é cobrir os requisitos de ferro e de cálcio, dado o escasso conteúdo destes minerais na maior parte dos produtos vegetais, ao que acresce o facto de que certas combinações diminuem a sua absorção intestinal. E é totalmente impossível cobrir as necessidades de vitamina B12, presente apenas em alimentos de origem anima.

Ainda sem comentários!

Deixe um comentário

O seu email não será publicado.
Campos obrigatório estão identificados *
~ Dietas vegetarianas ~