Guia da Gravidez
Deslocações e viagens
PUBLICIDADE

Se a gravidez evolui sem problemas, nada impede a mulher de realizar deslocações urbanas e viagens de longo percurso, ainda que deverão adoptar-se algumas precauções para reduzir os incómodos e prevenir acidentes.
No meio urbano, o melhor meio de transporte é o público, embora seja preferível evitar as horas de ponta. A bicicleta não é recomendável porque expõe a grávida à trepidação e implica um risco evidente de quedas, da mesma forma que os veículos motorizados de duas rodas são absolutamente desaconselhados.

O automóvel é um meio excelente para percursos curtos e pode usar-se para fazer longas distâncias, mesmo que neste caso já não seja tão idóneo. A condução deve ser prudente e tranquila, os percursos terão de ser planeados para evitar itinerários tortuosos e haverá que dividir a viagem a fim de sair e esticar as pernas pelo menos a cada duas horas. Para longos percursos, o melhor meio é o comboio, que tem um andamento regular e permite à grávida caminhar pelas carruagens e inclusive deitar-se se viajar de noite.

Também o barco é cómodo mesmo que implique certo risco de enjoo. Finalmente, o avião é útil para percorrer longas distâncias, mesmo que se torne algo incómodo, já que o espaço para sentar-se é estreito e a viagem não pode interromper-se caso surja algum contratempo.

Ainda sem comentários!

Deixe um comentário

O seu email não será publicado.
Campos obrigatório estão identificados *
~ Deslocações e viagens ~