Guia da Gravidez
PUBLICIDADE

Em condições normais, a placenta implanta-se na parede da parte superior da cavidade uterina, embora neste caso o faça mais abaixo, muito próxima ou cobrindo o orifício do útero que deve atravessar o feto durante o parto por via vaginal, as causas exactas não tio conhecidas, se bem que existam algumas circunstâncias que actuam como factores predisponentes.

Assim sendo, o problema é mais comum em mulheres que já tenham tido filhos e naquelas que tem a sua primeira gravidez em idade já avançada, assim como nas que apresentam problemas uterinos tais como malformações congénitas, miomas e aderências ou cicatrizes como consequência de infecções prévias ou de intervenções cirúrgicas. Também é mais comum na gravidez múltipla, dado que em tal caso a placenta atinge um tamanho bastante maior do que numa gravidez única e não é de estranhar que a sua margem esteja muito mais perto do orifício uterino.

Ainda sem comentários!

Deixe um comentário

O seu email não será publicado.
Campos obrigatório estão identificados *
~ Causas ~