Guia da Gravidez
PUBLICIDADE

O organismo da mulher grávida destina certa quantidade de energia para suprir o aumento do seu metabolismo durante a gestação e para a formação das estruturas de gestação e dos tecidos fetais. Calcula-se que uma gravidez requer umas 80.000 calorias, que são obtidas de nutrientes proporcionados pela alimentação mais as próprios reservas corporais. Durante o primeiro trimestre, não é preciso nenhum contributo suplementar; no segundo requerem-se entre 200 e 300 calorias suplementares ao dia, e durante o terceiro mais algumas. Ora bem, o dito aumento também está relacionado com as características da constituição da mulher: é menor se esta for de estatura baixa e magra, enquanto tem que ser maior se ela for alta e forte. Também depende da actividade física que desenvolva a grávida: isto só é válido se mantiver o ritmo das suas actividades quotidianas, mas, se diminuir a sua actividade física, paralelamente as actividades energéticas reduzem-se e um contributo calórico excessivo vai implicar um aumento indesejável do peso corporal.

Convém que a grávida evite os produtos supérfluos, como são os refrigerantes gaseificados.

Ainda sem comentários!

Deixe um comentário

O seu email não será publicado.
Campos obrigatório estão identificados *
~ As necessidades Energéticas ~