Guia da Gravidez
PUBLICIDADE

Conhecido como pílula do dia seguinte, há um medicamento denominado RU-486, sem ter propriamente efeitos contraceptivos, permite evitar uma possível gravidez se administrado dentro de setenta e duas horas após a realização de um coito sem protecção durante o período fértil. Trata-se sem dúvida de um recurso de emergência que pode ser de absoluta utilidade em diversas circunstâncias, por exemplo, perante uma falha imprevista do método contraceptivo utilizado habitualmente, como acontece quando um preservativo se rompe, ou no caso de um esquecimento prolongado da toma da pílula contraceptiva, bem como no caso de violação. Este medicamento não impede uma eventual fecundação, mas provoca a escamação do endométrio e dá lugar a uma hemorragia equivalente à que ocorre durante a menstruação. A pílula do dia seguinte só está disponível em alguns países e a sua utilização requer um estrito controlo médico.

Ainda sem comentários!

Deixe um comentário

O seu email não será publicado.
Campos obrigatório estão identificados *
~ A pílula do dia seguinte ~