Guia da Gravidez
PUBLICIDADE

O especialista dedica uma boa parte da primeira visita a conversar com a mulher e, se esta presente, também com o seu companheiro, realizando um interrogatório detalhado sobre diversos aspectos. Por um lado, solicita uma informação detalhada sobre os sintomas e sinais que fizeram com que a mulher suspeitasse da gravidez, questionando sobre a sua história menstrual e tentando determinar com toda a exactidão possível a data da última menstruação para poder estabelecer já a data provável do parto. Por outro lado, recolhe numerosos dados acerca da história médica e pessoal tanto da futura mãe como do seu companheiro: questões tais como a idade dos pais, os seus antecedentes médicos individuais e familiares, a eventual existência de problemas de saúde actuais e, inclusive, o tipo de alimentação que seguem, os hábitos nocivos a que estão expostos e a sua actividade profissional constituem uma informação extremamente importante para determinar possíveis riscos para o bebé. Esta visita constitui uma excelente ocasião para começar a conhecer-se e requer dos futuros pais a máxima colaboração e uma total confiança no médico, preparado para conhecer as suas preocupações e tentar resolver todas as suas dúvidas.

Ainda sem comentários!

Deixe um comentário

O seu email não será publicado.
Campos obrigatório estão identificados *
~ A historia clínica ~